• Eixo I - Reforço das Capacidades de Investigação e Inovação

    Contribui para o reforço das capacidades de investigação e inovação e promove todas as fases da cadeia de I&I (da I&D a valorização do conhecimento). Privilegia uma logica de interação entre todos os atores deste sistema, com especial enfoque entre as entidades de investigação e divulgação de conhecimentos (composto pelas universidades, laboratórios do Estado, centros de I&D públicos e entidades de interface, como sejam os Centros Tecnológicos, ou seja, entidades não empresariais do Sistema de I&I) e as empresas (enquanto entidades centrais da componente inovação).

    Objetivos:

    – Aumentar a produção científica orientada para a especialização inteligente, de base tecnológica e de alto valor acrescentado
    – Reforçar a transferência de conhecimento científico e tecnológico para o setor empresarial
    – Aumentar o investimento empresarial em I&I, reforçando a ligação entre as empresas e as restantes entidades do Sistema de I&I
    – Reforçar as redes e outras formas de parceria e cooperação (Clusters)            
    – Aumentar o investimento empresarial em atividades inovadoras (produto, processo, métodos organizacionais e marketing) 

  • Eixo 2 - Empreendedorismo; Internacionalização e Qualificação

    Este Eixo visa incrementar o empreendedorismo de qualidade e potenciar as oportunidades de negócio mais dinâmicas em domínios de inovação.
    Estimular as empresas a apresentar carteiras de produtos e serviços intensivos em tecnologia e conhecimento, com alto valor acrescentado e orientadas para produção transacionável, diminuir os constrangimentos para a competitividade e crescimento das PME, ao nível dos custos de contexto, apostando na modernização e simplificação administrativas, apostar na concretização dos objetivos da Agenda Digital (para empresas e para a Administração Publica).

    Objetivos :

    – Capacitar as empresas para a Internacionalização, com vista a promover o aumento das exportações
    – Capacitar as PME para o desenvolvimento de bens e serviços
    – Promover o empreendedorismo qualificado e criativo
    – Reduzir custos de contexto e melhorar a eficiência da Administração Pública

  • Eixo 3 - Desenvolvimento da Formação e Capacitação dos Empresários

    Este Eixo concentra os apoios atribuídos no âmbito do FSE (Fundo Social Europeu), a formação de ativos das empresas. 
    A qualidade dos recursos humanos das empresas, a sua capacidade de adaptação a mercados cada vez mais concorrenciais e em constante mutação contribui para a competitividade da economia nacional.

    Objetivos :

    – Intensificar a formação dos empresários, gestores e trabalhadores

  • Eixo 4 - Apoiar o desenvolvimento Sistema Ferroviário Marítimo e Portuário

    Este Eixo visa colmatar os constrangimentos que afetam o transporte de mercadorias, sobretudo nos sectores ferroviário e marítimo-portuário/logístico.
    Os investimentos no sistema ferroviário português visam a sua modernização, a melhoria de interoperabilidade e o aumento da quota modal deste transporte.
    No âmbito do transporte marítimo-portuário procura-se criar condições para mais competitividade na atração de rotas para os portos portugueses.
    As plataformas logísticas que possibilitem a concentração de cargas por modo ferroviário e as zonas logísticas portuárias são objeto de financiamento neste Eixo com o objetivo de aumentar a competitividade nacional.

    Objetivos :

    – Desenvolver sistemas, equipamentos e infraestruturas de transportes e logística inseridas nas Redes Transeuropeias
    – Desenvolver sistemas, equipamentos e infraestruturas de transporte e logística com baixas emissões de carbono
    – Promover a competitividade do sistema ferroviário

  • Eixo 5 - Formação e a Capacitação dos Serviços Públicos

    Este Eixo concentra os apoios atribuídos no âmbito do FSE (Fundo Social Europeu) com o objetivo de apoiar ações de capacitação dos serviços públicos, bem como a qualificação dos trabalhadores em funções públicas.
    No âmbito da formação da qualificação dos trabalhadores incluem-se também as ações de formação associadas a projetos de modernização administrativa integrados no Eixo II.

    Objetivos :

    – Qualificar a prestação do serviço público
    – Qualificar os trabalhadores integrados no sistema de requalificação com vista a sua recolocação

  • Eixo 6 - Gestão do Programa

    Este Eixo visa financiar o conjunto de operações relacionadas com a gestão e operacionalização do Programa, de acordo com o modelo de governação e com as funções previstas nos normativos nacionais e comunitários aplicáveis.
    Inclui atividades de preparação, de gestão, de controlo, de acompanhamento, de avaliação, de informação e de divulgação.